jump to navigation

O doutorado de Isaac Asimov 17, setembro, 2007

Posted by Lawrence in Biografia, Livros.
trackback

Esse evento marcante aconteceu em circunstâncias bem incomuns.

Em 1947 ele ele estava trabalhando numa pesquisa para o seu Ph.D. e estava meio incerto do enfoque que deveria dar na sua dissertação. Isso porque o estilo da dissertação não era considerado a maneira mais “coerente” de escrever na opinião de Isaac (posso chamá-lo assim, não?). Transcrevo aqui um pequeno trecho de um artigo em que ele comenta o formato das apresentações científicas de doutorado:

“Eu temia um bocado esta parte, visto que o estilo obrigatório das dissertações é extremamente rebuscado e eu tinha, até aquele momento, passado nove anos tentando escrever bem; portanto, tinha medo de simplesmente não conseguir escrever mal o suficiente para ser aceito”.

Livro “O Futuro Começou (The Early Asimov)
Ed. Hemus – pg. 407

 

A grande questão é que Asimov quis publicar “algo” apenas para treinar. E o fez em forma de uma dissertação baseada em fatos falsos e totalmente incoerentes com a ciência real, mas seguindo normas de escrita estritamente científicas. Ela se chamou: “As propriedades endocrônicas da tiotimolina ressublimada“. Quando a tal dissertação de testes ficou pronta ele a levou ao seu editor – Campbell – e pediu que fosse publicada. Foi aceita imediatamente com uma ressalva de Asimov. Ele pediu a Campbell para não publicar com o seu nome real para não prejudicar a sua dissertação que deveria acontecer no dia 20 de maio de 1948.

Em meados de fevereiro de 1948 ele viu, já nas bancas, a revista com a sua história, PUBLICADA COM O SEU NOME REAL! O editor tinha se esquecido do pseudônimo e deixou Asimov com o coração na mão até o dia da sua apresentação. Nos dois meses que se passaram a revista (e o seu artigo) já era conhecida pelos laboratórios que química afora.

– Essa dissertação (a falsa) se encontra na
íntegra no mesmo livro que citei acima. –

Bom, ele fez sua apresentação para a banca, pisando em brasas e, no final, a última pergunta (feita pelo professor Ralph S. Halford) foi:
Sr. Asimov, conte-nos alguma coisa a respeito das propriedades termodinâmicas do composto tiotimolina“.

Isaac caiu em gargalhada na hora, pois sabia que não iam fazer piadas caso ele fosse ser reprovado.

Depois de 20 minutos de espera fora da sala, ele foi chamado pelos professores e cumprimentaram-no: “Parabéns, Dr. Asimov”.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: